Gringo Sambista se encontra com Neguinho da Beija Flor pela Segunda vez!

Há aproximadamente 20 anos, um gringo Americano do Estado de Ohio teve uma das maiores emoções de sua vida ao cantar no Sambódromo do Rio ao lado de um de seus maiores ídolos, o Neguinho da Beija Flor, em 11 de Março de 2000 durante a abertura do Desfile das Campeãs do Carnaval do Rio de Janeiro.  Quase 18 anos terão passado até 4 de março de 2018, quando David de Hilster se encontrará com Neguinho mais uma vez, mas agora em Deerfield Beach, há apenas algumas milhas de sua casa, em Boca Raton na Flórida.

Dessa vez David estará a frente de sua Escola de Samba SambaLá, aquecendo o público no “Padano’s Bar and Grill” para a chegada de um dos maiores ícones do Samba do Rio: Neguinho da Beija-Flor. Mas qual é a história e como esses dois diferentes sambistas se encontraram e cantaram juntos no ano de 2000 no famoso Sambódromo do Rio?

Veja abaixo:

SambaLá

Em 1994, David fundou uma Escola de Samba na cidade de Long Beach na Califórnia, para tentar curar a falta que sua esposa sentia do Brazil. David e Dóris se casaram no Rio e se mudaram para a Califórnia em 1990, para juntos começarem uma nova vida. Naquela época, David não imagnava que o simples fato de ter fundado uma Escola de Samba o levaria a cantar com artistas como Beth Carvalho e Neguinho da Beija-Flor.

Nos primórdios da SambaLá , não havia ninguém que cantasse bem, então David aceitou o desafio e como também queria aprender a tocar na bateria, contratou um instrutor de percussão do Rio para ajudar na formação da bateria. Após os primeiros 5 minutos tentando tocar surdo, o instrutor contratado pelo próprio David pegou seu bastão e disse: “Meu filho: você não tem nenhum jeito para tocar na bateria”. No entanto, por já ter tido treinamento musical, e ainda por ser muito teimoso, David não concordou em desistir.

David continuou a cantar na escola de samba juntamente com Victor, outro gringo sambista Mexicano,  que tocava cavaquinho. Até hoje o David diz que ele leva umas 5 semanas para decorar uma nova letra de música em Português. “Nas músicas, existem muitas palavras que os Brasileiros não usam em seu dia a dia, o que dificulta os gringos a memorizarem”. Ele ainda continuou a praticar percussão por alguns anos até que sua voz ficou mais forte e sua habilidade com a bateria melhorou.

Ao longo dos anos, David assumia a bateria quando SambaLá precisava de um diretor, foi quando David descobriu sua vocação como um verdadeiro “sambista”.

Gringo Sambista

David de Hilster liderando a Bateria SambaLá em Boca Raton em 2016.

David é o primeiro a admitir que ele não é o melhor cantor ou instrumentista no mundo do samba, mas apesar disso ainda se arrisca a tocar cavaquinho. Por ter estudado teoria musical, piano clássico e trompete, David tem o ouvido afiado, o que faz com que ele reconheça o mínimo erro cometido por um instrumentista, cantor ou músico nos shows ou nos ensaios. Ele não deixa passar nada. Nada escapa do seu ouvido.

A habilidade do David como instrutor de samba e diretor vem das centenas de aulas ministradas aos integrantes da bateria por mais de 15 anos. Ele chegou a levar sua bateria ao Rio para  participar de aulas com grandes mestres de bateria das escolas de samba, como Mestre Odilom . Nessas ocasiões, ele absorveu cada batida, cada nota, além da melhor técnica para ensinar e dirigir uma “orquestra de percussão”.

Essa habilidade para assimilar os sistemas musicais veio da época em que ele tinha 15 anos de idade. Naquela época, ele tinha uma banda de “ragtime” e ouvia muitas músicas, sempre com muita atenção em cada instrumento, passando para o papel as notas de cada um. Isso resultou no ouvido afiado o que surpreendeu seus professors de música Americanos. No seu último ano do ensino médio (High School), David estudou teoria musical e foi o único aluno a atingir nota máxima em todos os ditados realizados ao longo do ano. Esses ditados são testes aplicados pelos professores, nos quais o professor toca uma melodia em um piano que não pode ser visto pelos alunos. Esses alunos, então, tem que escrever a partitura da música usando apenas suas habilidades auditivas. Por mais que o professor dificultasse, David dizia “Ela não conseguia me pegar. Eu gabaritei.”

O que acontece é que o instrumento dele não é o canto, o cavaquinho ou a bateria, mas sim seus próprios ouvidos.

Unidos do Mundo

Ele não vive do samba. Na verdade, ele é um programador de computadores e em Abril de 1995, ele fez com que a SambaLá fosse a primeira Escola de Samba a estar na Internet (veja o link para o antigo website  da escola old website from 1998 . ), o que foi seguido pela Mangeira e pelo Imperio do Papagaio da Finlândia. Naquela época, nenhum dos integrantes da escola tinha ao menos um email.

Ele então organizou o mundo do samba na página worldsamba.org e em 1998 sugeriu que todos se encontrassem no Rio no ano de 2000 para fazerem algo juntos. Após várias tentativas frustradas, David enviou um email para Alessandra Pirotelli, que naquela época era a webmaster da LIESA, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, e juntos a Unidos do Mundo nasceu.

O Governo Brasileiro estava solicitando propostas para o Projetos de celebração do novo milênio e Alessandra sugeriu que o projeto da Unidos do Mundo acontecesse na capital do país em Brasília. Esse foi o único projeto a ser aplaudido de pé . A verba foi concedida e a Unidos do Mundo estava a caminho.

Uma vez que o projeto já estava consolidado, Alessandra mostrou suas armas:  trouxe o Martinho da Vila para compor o samba, conseguiu a disponibilização de um espaço no Centro do Rio e também a quadra da Beija Flor, além de trazer o Neguinho da Beija-Flor para cantar com o grupo.

Fundição Progresso

David reuniu todos os “gringos sambistas” vindos de mais de 19 países no Brasil para o Desfile das Campeãs e a “quadra” temporária foi a Fundição Progresso no coração do Centro do Rio. Foi lá que o David se encontrou com Beth Carvalho e  Neguinho da Beija-Flor.

David descobriu que o Neguinho estaria presente no segundo dia de ensaio e estava bem ansioso, pois nunca havia cantando com um intérprete de samba tão famoso. Quando o Neguinho chegou, David ofereceu a ele seu microfone, mas ele disse: “Não, esse é o seu grupo. Eu ainda estou aprendendo a letra da música e cantarei quando estiver pronto.” David ficou pasmo com a resposta e disse que aprendeu muito mais sobre como ser um sambista naquele momento do que em diversas outras ocasiões.

Por fim, a voz incrível e a personalidade do Neguinho da Beija-Flor subiram ao palco e David pode cantar com um de seus ídolos.

Justamente quando o David pensou que já havia acontecido o suficiente para uma vida cheia de recordações, uma outra Senhora foi apresentada a ele e disse a ele em Português: “Eu ouvi dizer sobre o seu projeto e vim para ajudar. Você sabe quem eu sou?   – Ele respondeu: “Você é a Beth Carvalho, é claro!” Ela pediu para que ele traduzisse o que ela gostaria de dizer aos gringos sambistas vindos de várias partes do mundo – uma mensagem especial sobre o que é ser um “sambista”.

“Foram aqueles momentos no centro do Rio de Janeiro que me ensinaram que no samba não há lugar para “estrelas” ou “pessoas importantes”. Todos são iguais. É uma comunidade, um estilo de vida. Ninguém faz nada sozinho. É uma família. Ou você é ou não é um verdadeiro sambista”, segundo David.

Desde então, o David já se encontrou com o Neguinho em algumas outras ocasiões no Brazil. Ele convidou o Neguinho para cantar com a SambaLá em 2002 em Los Angeles, mas por motivo de repentina enfermidade na família, o Neguinho foi forçado a cancelar sua apresentação. Todavia, no dia 4 de Março de 2018 eles vão novamente se encontrar.

Samba é International

Se você olhar para ele, ele não parece ser Brasileiro. Na verdade, apesar de falar Português há 40 anos, alguns Brasileiros que não o conhecem, falam com ele em Inglês por causa de sua aparência. Mas se tem um gringo com coração verdadeiramente brasileiro e com alma e ritmos verdadeiramente brasileiros esse é o David.

Alguns dizem que ele é até mais brasileiro do que alguns Brasileiros. Pode ser. Quando perguntado o porquê de ter um coração brasileiro e uma alma sambista, David simplesmente responde: “Eu não sei o porquê. Só sei que é assim!”

Brasileiros no Brasil e em todo o mundo já começam a compreender que há verdadeiros “sambistas” que não são Brasileiros. David e Neguinho se encontrarão novamente na Florida e quando isso acontecer, apesar dos muitos anos que os separaram, eles ainda tem algo de muito importante que os une: Cantaram samba juntos no Sambódromo.

Isso é para mostrar para vocês que o Samba hoje é verdadeiramente internacional.

Links

Links para Neguinho da Beija-Flor:

http://neguinhodabeijaflor.com.br/
https://www.facebook.com/neguinhodabeijaflor/
https://en.wikipedia.org/wiki/Neguinho_da_Beija-Flor

Alguns links sobre o David:

http://wiki.worldsamba.org/index.php?title=David_de_Hilster
http://www.worldsamba.org
http://www.unidosdomundo.org
http://www.dehilster.com

 

 

 

431 total views, 0 views today

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *