Skip to toolbar

A Princesa Lorena Foi Coroada em Grande Estilo!

 

A Princesa, Lorena Mariana, foi coroada em 9 de setembro de 2017, com uma Grande Festa no Padano’s Bar&Grill em Deerfield Beach.

A bateria nota 10 deu show, sem falar nas lindas passistas, que mandaram muito bem no samba. Nosso ilustre casal Lilian e Marquito arrasaram no estilo e elegância e a musa Andréa Araújo, que recebeu a faixa de Musa SambaLá 2017,  contagiou a todos com sua beleza e carisma.

Durante o evento, conversamos com alguns novos integrantes da escola sobre a relação deles com o Samba, como conheceram e passaram a integrar o time da SambaLá. A pergunta para eles foi: Como vocês se sentem em relação à cultura Brasileira e quando começaram a se interessar pelo Samba?

Mae Basse, uma gringa na bateria!

Eu ainda era pequena quando ouvi Samba pela primeira vez. Minha família é originalmente do México e minha mãe sempre se interessou muito pelo Brasil, pela cultura brasileira. Nós ouvíamos um pouco de Samba e Bossa Nova em casa e aos poucos eu fui me interessando. Quando nos mudamos para os Estados Unidos, passamos a conviver com pessoas de diferentes nacionalidades e ouvíamos samba mais frequentemente. Daí eu realmente me apaixonei. Quando minha irmã foi viver em Nova Iorque, eu tive a chance de praticar algumas vezes com a escola de samba de Manhattan, nos ensaios abertos promovidos por eles, mas naquela época não havia nada parecido aqui na Florida, até que eu descobri esse grupo algumas semanas atrás. Eu pensei: Oh Meu Deus!! Isso é  incrível! Que excelente oportunidade de praticar, então me perguntei: Por que não? Eu estudei um pouco de Português e fui ao Rio há alguns anos, então eu conheço um pouco da cultura e dos costumes.

Ed Harris, americano aprendendo e tocando repenique.

O início foi assim: Havia uma música chamada “Given up Girls” que tocava um pouco de samba na sua introdução. Eu ouvi essa música e me interessei pelo ritmo. Mais tarde eu conheci diferentes músicos que fizeram me interessar ainda mais. Eu toquei guitarra, baixo e percussão em algumas bandas por alguns anos e também toquei em alguns “drum circles” na Florida. Aqui na Florida, durante a fase de lua cheia, alguns percussionistas se encontram para tocar nas praias. Na praia de Delray há um drum circle às Quartas feiras à noite . Eu já toco nesses grupos há sete anos. No ano passado eu assisti a um video do desfile da Sambalá  no Mizner Park in Boca, e decidi fazer parte do grupo. 

Sejam muito bem vindos à Família SambaLá!!

-Valiria Mattos, SambaLá

Related Articles

Responses

Your email address will not be published. Required fields are marked *